Consultoria – Quanto devo cobrar por meus serviços?

quanto cobrar

Essa, talvez seja uma das perguntas mais comuns, e importantes, do Fisioterapeuta na hora de montar o seu negócio. O valor cobrado será, sem dúvida, um dos motivos do sucesso de seu empreendimento, por isso vou colocar alguns itens que poderão lhe orientar na definição de seu preço. Atenção para não cair na tentação de basear-se  somente na concorrência, isso será o último item. Responda:

1)      Qual público pretendo atingir?

2)      Quanto foi o investimento que fiz na estrutura que tenho?

3)      Em quanto tempo pretendo recuperar o meu investimento?

4)      Quanto será meu custo variável

  1. Quanto pagarei de imposto por cada atendimento?

5)      Quanto será meu Custo Fixo(tudo aquilo que você pagará independente do volume do seu atendimento ou então com pouca influência)

  1. Aluguel
  2. Água
  3. Luz
  4. Telefone
  5. Funcionários
  6. Contador
  7. Sistemas de informática
  8. Marketing
  9. Qual será meu pro-labore

6)      Quantas horas ficarei disponível para atender aqueles que o procurarem

7)      Quanto de lucro pretendo obter em cima de cada atendimento

8)      Qual o valor da concorrência?

Após conhecer todos os seus custos e quantas horas pretende ficar disponível você terá uma idéia de quanto custa cada hora de seu serviço

 Luis Henrique Cintra

Fisioterapeuta Consultor

Consultoria – O valor da hora de seu negócio em Fisioterapia

Hora_de_trabalho

O cálculo da hora do Fisioterapeuta Empresário é feito como de qualquer outro prestador de serviços. Embora existam muitas formas de PRECIFICAÇÃO, abordarei nesse artigo uma fórmula simples para guiar o profissional, ou empresário, em cima do valor mínimo que esse deve praticar. Isso não levará em conta o seu know-how, impostos gerados ou qualquer outra forma de “valor agregado”.

O cálculo do valor mínimo será aplicado a partir do do conhecimento dos INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS, INVESTIMENTOS FIXOS  e dos CUSTOS FIXOS que o profissional precisou ter para exercer sua atividade laboral.

Os INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS + INVESTIMENTOS FIXOS são aqueles em que o profissional precisa fazer preparando a sua plataforma de atendimento, ou seja, tais custos foram realizados antes do desse realizar qualquer tipo de procedimento. Alguns exemplos:

  • Reformas
  • Legalização
  • Taxas
  • Registros da empresa
  • Projetos
  • Máquinas
  • Equipamentos
  • Acessórios

Imaginemos que você gastou com todos esses ítens R$ 24000,00(vinte e quatro mil reais), e pretende ter esse dinheiro retornando em 2 anos. O primeiro cálculo a ser feito é que se esse valor fosse aplicado, em poupança com um juros de 0,5% ao mês, você teria no final de 2 anos:  R$ 27051,83. Como você preferiu “outro investimento” diremos que você estará investindo R$ 1127,16 por mês que seu negócio possa existir, estruturado e legalmente constituído.

Agora você precisará manter o seu negócio aberto e funcionando. Apresentaremos, então, os CUSTOS FIXOS. Esses, são aqueles que você terá por mês atendendo ou não clientes. Seja num consultório, clínica ou em atendimentos domiciliares, você terá tais custos. Veja alguns exemplos de CUSTOS FIXOS:

  • Aluguel
  • Água
  • Luz
  • Telefone
  • Condomínio
  • Salários
  • Manutenção

Digamos que a soma de todos esses valores seja em torno de R$ 2000,00. A soma dos 2 valores será de R$ 3127,16.

Agora colocaremos que você estará “disponível” 8 horas por dia para o trabalho, isso por 20 dias no mês.

CUSTO DO DIA: R$ 156,35

CUSTO DA HORA: R$ 19,54

Concluindo nosso raciocínio você gastará a cada hora que passar no dia R$ 19,54 reais para ter um negócio em Fisioterapia. Por isso, não podemos simplesmente esperar que os clientes adivinhem que estamos trabalhando. É necessário o aprimoramento de outras ferramentas para que possamos fazer nosso negócio prosperar. O barateamento dessa hora poderá acontecer na REDUÇÃO dos CUSTOS FIXOS, mas, você nunca poderá oferecer um desconto maior do que o valor mínimo apresentado.

 

Luis Henrique Cintra
Consultor de Negócios em Saúde

 

Entidades de Classe – Associações

associação

Associações são agremiação que podem representar Fisioterapeutas ou Prestadores de Serviços Fisioterapêuticos com objetivos sociais, científicos, políticos ou financeiros.

As associações de profissionais normalmente estão envolvidas com a promoção de eventos  para a classe. Essa também acaba chancelando tais eventos, dando-lhes, assim, maior credibilidade.

As associações de prestadores de serviços Fisioterapêuticos representam os consultórios e/ou as empresas de Fisioterapia. Essas acabam direcionando-se mais nas negociações com as OPS(Operadoras de Planos de Saúde) no quesito honorários dos serviços prestados.

A filiação às associações não é obrigatória, da mesma forma os ganhos também não necessariamente precisariam ser repassados para todos os que não se associaram. Isso é uma das principais diferenças dessas frente aos sindicatos.

O processo de criação de uma associação passa pelas seguintes etapas:

1) Convocação – Anúncio em jornais de grande circulação

2) Assembléia Geral

3) Leitura de Estatuto

4) Preparo de ATA

5) Registro em Cartório

6) Registro na Receita Federal

7) Estabelecimento Fixo

8) Registro na Prefeitura

9) Conta Bancária.

 

Luis Henrique Cintra

Fisioterapeuta Consultor