Série Contabilidade – O que são custos variáveis na pessoa jurídica?

custos variaveis2

Podemos definir como custos variáveis aqueles que variam com o faturamento de um serviço de Fisioterapia, seja essa efetuado através de uma empresa ou então de uma pessoa física. Esses valores podem estar relacionados a a emissão, ou não, de recibos ou notas fiscais.
Quando uma empresa emite uma nota fiscal referente ao pagamento de seus serviços por uma OPS, por exemplo, ela  gerará impostos sobre esse pagamento. Em algumas operadoras temos parte desse desconto ainda na fonte, ou seja, no ato do pagamento. A grande maioria das empresas de Fisioterapia trabalham no REGIME TRIBUTÁRIO DE LUCRO PRESUMIDO, sendo tributadas da seguinte forma:
 
TRIBUTOS FEDERAIS
IRPJ:  4,8%
CSLL: 2,88%
PIS: 0,65%
COFINS: 3,00%
 
TRIBUTO MUNICIPAL(pode variar de acordo com a cidade)
ISS: 3,00%
 
Ao somarmos teremos então 14,33% de tributação sobre nossos serviços. Atualmente, nós Fisioterapeutas, temos uma proposta que já passou Câmara dos Deputados para a inclusão das empresas de Fisioterapia no SIMPLES. Caso tal lei seja sancionada ainda em 2014, as empresas poderão migrar para esse regime no começo de 2014 e serão tributadas de acordo com o seu faturamento. Até R$ 120.000,00(cento e vinte mil reais) esse será de 6%.
Caso a empresa tenha algum tipo de “produtividade” paga aos seus funcionários, essa também constitui um custo variável.
Supondo que a produtividade do profissional que o realizou seja de 30% o cálculo ficará:
 
FATURAMENTO FISCAL  MENSAL: R$ 12000,009LUCRO PRESUMIDO)
 
– Impostos pelo LUCRO PRESUMIDO: R$ 1719,6
– Produtividade: R$ 3084,12
O que sobra chamamos MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO já abordada em nossos posts.
 
Abraço a todos
 
Luis Henrique Cintra