A vitória nos alegra, mas a derrota nos ensina.

FINAL_2014

Estamos concluindo o ano, amigos. Em 2014,  movimentos, gestos e atos marcaram a história da Fisioterapia. Em Fortaleza, não foi diferente, algumas situações foram bem importantes para melhorar nosso aprendizado frente ao cotidiano. Chuva, Copa do mundo e feriados, essa salada tornou o primeiro semestre bem difícil para muitos de nós, pois, como a necessidade de deslocamento de nossos clientes é quase sempre necessária, tais itens vieram a prejudicar inúmeros estabelecimentos de saúde funcional.

A inclusão de da Fisioterapia no Anexo III do Simples foi, sem dúvidas, uma das maiores conquistas para nossa profissão. Conseguimos, também, eleger a Deputada Federal Gorete Pereira, única fisioterapeuta do Congresso Nacional. Existe ainda,  no Brasil, um crescente movimento para criação e organização de associações de Fisioterapeutas Empresários com o objetivo de ganhar força para implantação de RNPF(Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos) junto as OPS(Operadoras de Planos de Saúde).

A vitória nos alegra, mas a derrota nos ensina. Pensando assim, podemos nos precaver e, dessa forma, nos reprogramar. Vamos em frente gente, acreditar que juntos somos mais fortes, que é tolice não se preparar e querer lutar. Vamos trabalhar visando nossa autonomia e não apenas nossa necessidade.

 

Luis Henrique Cintra

Fisioterapeuta Consultor

Quem dera…Obrigado, Sobral

Sobral_Blog

Quem dera, um dia, eu aprendesse a cuidar, e pudesse ter, em minhas mãos, o alívio do sofrimento de alguém.

Quem dera, um dia, eu me superasse, e fosse a ferramenta para alguém, que só deseja andar.

Quem dera, um dia, eu soubesse falar, e, através de idéias, guiasse jovens que buscam um ideal.

Quem dera, um dia, eu aprendesse a escrever, e relatasse a emoção de ter sido útil, pelo menos, 1 vez na vida.

Quem dera, um dia, eu conseguisse ser, por um breve momento, FISIOTERAPEUTA.

 

Obrigado Sobral, 23/10/2014

 

Luis Henrique Cintra

Força de viver

Força para viver

É fácil andar no escuro. Sonhamos o conto de fadas que desejamos e nos afundamos nas vontades que esfriam o nosso coração.

Para ver a luz, é preciso mais que vontade, pois, o brilho aumenta a medida que nos tornamos mais humildes. E ai nos resta o espelho, aquele que, imparcialmente, julga sem palavras, mas expressando a justiça, que chamamos divina. Essa, é aritmética, sem rodeios, palavras difíceis ou floreios, a justa imagem que construímos para o mundo.

Eu pergunto: – É pra sentir vergonha? – É pra ter medo? -É pra fechar os olhos e voltar para as trevas de nossas vontades(vaidades)? É para fugir para os vícios que nos distanciaram de nossa família, de nossos amigos, da harmonia e paz que tanto desejamos? – Não, meus amigos, não. Cada lágrima que caí é uma gota de veneno que deixa vosso corpo, purificando-o cada vez mais, porque você conseguimos, juntos, mais um dia.

A luta é solitária, não existem atores ou platéias dentro da perseverança. Que nossa vontade seja como a nossa pele e não uma camiseta que é trocada de acordo com os momentos difíceis. Continuemos sim, vivendo e amando cada segundo da sua vida, pois todos teremos o mesmo fim.

 

Luis Henrique Cintra

Ser Estudante de Fisioterapia…

 

Estudante de Fisioterapia

Ser estudante de Fisioterapia é aprender a fazer com as mãos o que o coração anseia e o cérebro duvida.

Somente tolos deixam de ser estudantes. A emoção do aprender mistura-se à diversificação de amizades e a descoberta das inúmeras dimensões do conhecimento. Até hoje, aprendo e me divirto com meus amigos do Colégio 7 de Setembro, Colégio Christus, IBEU, UNIFOR, PUCCAMP e USP. Cada grupo com seus valores, nem um mais importante que outro. Mas como minha paixão é o movimento posso ser tendencioso em meu relato.

Foi muito bom ter sido acadêmico de Fisioterapia, lembro da primeira pessoa que a dor consegui aliviar, usando minhas mãos e recursos físicos. Lembro, também, com muito carinho, do primeiro que fiz andar e depois correr. Professores, como o saudoso José Américo da Silva, que me foi como pai. Amigos como Rubiney Corcha que até hoje me comunico, e, claro, das mais belas mulheres que rodiavam as salas de aula, é tanto que casei com uma delas, Lena Monteiro Cintra. Hoje, tenho como amigos do MBA de Gestão de Negócios em Saúde da UNIFOR momentos mágicos a cada 15 dias.

Por tudo isso venho parabenizar àqueles que desejam estar estudantes pelo resto da vida e aos meus ex-alunos, hoje parceiros, uma frase:

“Ser estudante de Fisioterapia é aprender a fazer com as mãos o que o coração anseia e o cérebro duvida.”

 

Abraço a todos

 

Luis Henrique Cintra

UFC com garra total no segundo semestre de 2014

Alunos da UF sob comando do Prof.Rodrigo Fragoso.

Alunos da UFC sob comando do Prof.Rodrigo Fragoso.

Pelo terceiro ano consecutivo a Clínica Somma, empresa localizada na cidade de Fortaleza, firma parceria coma UFC(Universidade Federal do Ceará) para que os alunos dessa renomada instituição possa conhecer, vivenciar e praticar em suas dependências. Nesse semestre, as aulas serão todas as segundas e quartas no início da tarde.

Como proprietário e gestor da empresa fico muito feliz de poder contribuir para essa instituição tão séria e alunos compromissados.

Abraço a todos

O amigo virtual

O amigo virtual

Meu mestre Henrique, pessoa ímpar que não se cansa de ajudar inúmeras pessoas a melhorar seus níveis de relacionamento no mundo digital.

Meu mestre Henrique, pessoa ímpar que não se cansa de ajudar inúmeras pessoas a melhorar seus níveis de relacionamento no mundo digital.

É muito comum observarmos no mundo cibernético, e principalmente nas redes sociais, pseudoperfis que alimentam nossa arrogância, vaidade, e, principalmente, nossa solidão. Fotos, comentários e depoimentos enraizados na metodologia do control c + control v multiplicam-se exponencialmente maculando esse mundo digital fantástico que tem por finalidade estreitar nossos relacionamentos, sejam pessoais, comerciais, científicos ou amorosos.

Por outro lado, existe o AMIGO VIRTUAL. Esse, é:

Aquele que não conversa com você, mas lê seus pensamentos;

Aquele que não te abraça, mas te acalenta;

Aquele que não toma um chope com você, mas o faz rir;

Aquele que não ouve sua voz, mas te escuta;

Aquele que não paga suas contas, mas doa seu precioso tempo para ler seus recados;

Aquele que não te carrega nas costas, mas multiplica os seus relacionamentos;

Aquele que não te bajula, mas te serve de conhecimentos adquiridos;

Enfim, aquele que, mesmo virtualmente, é seu AMIGO.

 

Luis Henrique Cintra