Consultoria – Conhecimento, Estrutura e Marketing

Tripe-Amarela1

Todo negócio em Fisioterapia precisará de três ítens imprescindíveis para alcançar o sucesso desejado. São eles: Conhecimento, Estrutura e Marketing. Esses, estejam juntos os separados, fundamentarão os processos a serem realizados diariamente.

O CONHECIMENTO poderá ser entendido como todas as ferramentas:  ideológicas, de gestão, técnicas e vivenciais que podem ou não gerar resultados para seu negócio. É de fundamental importância que o  empresário aprenda a ler os vários mapas do tesouro. Amarrar-se  somente à parte técnica poderá ser uma armadilha terrível.

A ESTRUTURA oferecida encherá os olhos e a imaginação dos clientes de resultados. O cliente paga pelo que vê e sente do “ambiente”. Escolha sempre materiais de fino acabamento, climatize, enfeite e mantenha sempre limpo e organizado o seu local de trabalho. A velha regra do “valor agregado” será sempre muito bem aplicada.

Mesmo que você tenha tudo em perfeitas condições de funcionamento, é  preciso ter alguém para usufruir e pagar por tudo que montou,  por isso sempre anuncie seja para captar ou e fidelizar seus clientes.  O entendimento desse processo pode ser bem observado no post “É mais difícil captar ou fidelizar cliente?” desse nosso blog. Todavia, não esqueça. o MARKETING deve ser a cereja do bolo.

Concluindo, após enxergar essas três necessidades, podemos fazer uma analogia com um banco apoiado sobre um tripé. Se você crescer um ou 2 ítens de maneira isolada criará um desequilíbrio, causando, assim, problemas para o desenvolvimento de seu empreendimento.

 

Luis Henrique Cintra

Consultoria – O valor da hora de seu negócio em Fisioterapia

Hora_de_trabalho

O cálculo da hora do Fisioterapeuta Empresário é feito como de qualquer outro prestador de serviços. Embora existam muitas formas de PRECIFICAÇÃO, abordarei nesse artigo uma fórmula simples para guiar o profissional, ou empresário, em cima do valor mínimo que esse deve praticar. Isso não levará em conta o seu know-how, impostos gerados ou qualquer outra forma de “valor agregado”.

O cálculo do valor mínimo será aplicado a partir do do conhecimento dos INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS, INVESTIMENTOS FIXOS  e dos CUSTOS FIXOS que o profissional precisou ter para exercer sua atividade laboral.

Os INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS + INVESTIMENTOS FIXOS são aqueles em que o profissional precisa fazer preparando a sua plataforma de atendimento, ou seja, tais custos foram realizados antes do desse realizar qualquer tipo de procedimento. Alguns exemplos:

  • Reformas
  • Legalização
  • Taxas
  • Registros da empresa
  • Projetos
  • Máquinas
  • Equipamentos
  • Acessórios

Imaginemos que você gastou com todos esses ítens R$ 24000,00(vinte e quatro mil reais), e pretende ter esse dinheiro retornando em 2 anos. O primeiro cálculo a ser feito é que se esse valor fosse aplicado, em poupança com um juros de 0,5% ao mês, você teria no final de 2 anos:  R$ 27051,83. Como você preferiu “outro investimento” diremos que você estará investindo R$ 1127,16 por mês que seu negócio possa existir, estruturado e legalmente constituído.

Agora você precisará manter o seu negócio aberto e funcionando. Apresentaremos, então, os CUSTOS FIXOS. Esses, são aqueles que você terá por mês atendendo ou não clientes. Seja num consultório, clínica ou em atendimentos domiciliares, você terá tais custos. Veja alguns exemplos de CUSTOS FIXOS:

  • Aluguel
  • Água
  • Luz
  • Telefone
  • Condomínio
  • Salários
  • Manutenção

Digamos que a soma de todos esses valores seja em torno de R$ 2000,00. A soma dos 2 valores será de R$ 3127,16.

Agora colocaremos que você estará “disponível” 8 horas por dia para o trabalho, isso por 20 dias no mês.

CUSTO DO DIA: R$ 156,35

CUSTO DA HORA: R$ 19,54

Concluindo nosso raciocínio você gastará a cada hora que passar no dia R$ 19,54 reais para ter um negócio em Fisioterapia. Por isso, não podemos simplesmente esperar que os clientes adivinhem que estamos trabalhando. É necessário o aprimoramento de outras ferramentas para que possamos fazer nosso negócio prosperar. O barateamento dessa hora poderá acontecer na REDUÇÃO dos CUSTOS FIXOS, mas, você nunca poderá oferecer um desconto maior do que o valor mínimo apresentado.

 

Luis Henrique Cintra
Consultor de Negócios em Saúde

 

Consultoria – Fudamentação

consultoria em fisioterapia

O termo Consultoria, embora conhecido, não tão comumente aplicado nas empresas de Fisioterapia. Se olharmos ao longo de nossa história veremos que passamos por inúmeras fases mas, talvez, não tenhamos atingido a excelência empresarial que tanto precisamos.

Há vários tipos de consultoria(organizacional, financeira, logística etc), nem todas serão necessárias para que o empresário atinja seus objetivos. Porém, antes de contratar um consultor é importante que o contratante conheça bem a sua empresa, mas, que devido às circunstâncias não consegue enxergar as alternativas para que seu negócio mude para melhor.

Para que você, proprietário de algum serviço de fisioterapia, inicie o processo de conhecimento de sua empresa é necessário analisar suas rotinas de maneira fria e imparcial. Muitas vezes, será preciso até prejudicar-se em curto prazo visando um melhora futura.

Nossos próximos posts  serão úteis  para lhe ajudar a identificar alguns ítens que acima mencionamos.

 

Luis Henrique Cintra

Fisioterapeuta Consultor

Empreendendo com Drenagem Linfática

Empreender Drenagem Linfatica

Hoje tive  a honra de participar do módulo de empreendedorismo no curso de Drenagem Linfática Manual ministrado por Dra.Lena Monteiro Cintra. Aos p0ucos vamos observando que os métodos de tratamento vão se enriquecendo com os conhecimentos de gestão e empreendedorismo. O Fisioterapeuta moderno sabe que conhecer os recursos terapêuticos é uma das etapas para o sucesso profissional.

Abordamos temas como EMPREENDER NA FISIOTERAPIAATENDIMENTOS EM DOMICÍLIO, TRIBUTAÇÃO NA FISIOTERAPIA, INVESTIMENTOS INICIAIS, REGIONALIZAÇÃO, CUSTOS FIXOS, CUSTOS VARIÁVEIS, CÁLCULO DO VALOR DA HORA DE TRABALHO, CONTRATOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, MARKETING, PONTO DE EQUILÍBRIO E LUCRATIVIDADE. Enfim, temas abordados diariamente em nosso blog.

Espero que essas horas possam ter sido úteis para as novas FISIOTERAPEUTAS EMPRESÁRIAS. Que esses conhecimentos possam contribuir na tomada de decisões, no relacionamento com seus clientes ou na busca de nossa tão merecida autonomia.

Abraços

Luis Henrique Cintra

Fisioterapeuta Consultor

 

 

 

 

 

 

Seleção Fisioterapeutas e demais profissionais da Saúde – Prefeitura de Aquiraz

aquiraz1

Estarão abertas a partir desta terça-feira, 10 de junho, as inscrições da seleção pública para diferentes funções e níveis de escolaridade para trabalho temporário nas unidades e programas da Secretaria de Saúde de Aquiraz, com duração de um ano e podendo ser prorrogado por mais um ano.

Para o secretário de saúde de Aquiraz, Willames Freire Bezerra, ao todo, conforme o edital da seleção pública simplificada número 002/ 2014, são 193 vagas para enfermeiros, auxiliares de enfermagem, médicos, odontólogos, fisioterapeutas, terapeuta ocupacional, farmacêuticos, nutricionistas, assistentes sociais, fonoaudiólogos, psicólogos, educadores físicos, técnicos em gesso, técnicos em raio-x, auxiliares de serviço, agentes comunitários de saúde, agentes de combate às endemias, motoristas com carteira de habitação D, vigias e agentes administrativos.

Além do dia 10, haverá mais dois dias para inscrições. Na quarta-feira, 11, e na sexta-feira, 13, os interessados devem comparecer na Secretaria de Saúde do Município com os documentos e comprovantes discriminados no edital da seleção pública. 

Para os candidatos às vagas de agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias a seleção terá duas fases: prova objetiva de conhecimentos específicos e prova de títulos e entrevista. A seleção para os inscritos de nível superior compreenderá apenas a fase de análise de currículos.

O resultado final da seleção pública será divulgado no dia 7 de julho deste ano. O prefeito de Aquiraz, Antônio Guimarães, destaca que a Prefeitura está fazendo a seleção de mais profissionais porque a rede de atenção à saúde do município cresceu, assegurando mais e melhores serviços à população, o que requer ampliação do quadro de profissionais.

Veja Edital

FONTE: Site da Prefeitura de Aquiraz

 

Luis Henrique Cintra

Balance Training Unit

 

BTU

O ser humano passa hoje grande parte do seu dia sentado, posição esta que exerce grande sobrecarga em nossos discos articulares mesmo quando o indivíduo se mantém numa postura adequada. A atividade em má postura leva a uma sobrecarga ainda maior de nossos discos intervertebrais, levando a uma desidratação precoce dos mesmos, e com o passar do tempo abaulamentos, protrusões, hérnias discais e outras alterações degenerativas. O treino proprioceptivo e o equilíbrio na posição sentada é a maneira mais eficaz de prevenção para lesões da coluna principalmente em jovens e crianças que a cada ano passam mais tempo em tal postura. O Fisioterapeuta especialista em ortopedia funcional, équo terapeuta 20 anos de prática clínica, em parceria com Regis Cholley, monitor de equitação western, desenvolveram um aparelho que através de uma metodologia especifica promove estímulos proprioceptivos na posição sentada educando e reeducando os indivíduos a sentarem de maneira correta podendo ser utilizado de forma lúdica com crianças a partir de 6 meses de idade. O aparelho pode também ser utilizado para ganho de equilíbrio e organização sensorial de pessoas acometidas por problemas neurológicos colaborando para recuperação funcional destes indivíduos. A utilização na área fitness promoverá o trabalho de ganho de propriocepção, equilíbrio, força, coordenação motora, alongamento e flexibilidade visto que tal aparelho é versátil podendo ser utilizado como treino funcional para inúmeras atividades esportivas tais como surf, ciclismo, esqui e hipismo.

FONTE:

Balance Training Unit

fernandoperrella@hotmail.com

 

Contabilidade – O que são custos variáveis na pessoa física?

RECIBO1Ser Fisioterapeuta autônomo talvez seja uma das atividades mais comuns em nossa área. Como profissionais da saúde, exercemos uma atividade diretamente relacionada a um função do Estado. Isso nos põe em condições diferentes daquelas observadas noutros profissionais de outras áreas em relação à RECEITA FEDERAL, porém, é preciso conhecer alguns detalhes sobre a emissão de recibos, pois esses  caracterizarão os CUSTOS VARIÁVEIS DA PESSOA FÍSICA.

A emissão de recibos não precisa ser espontânea, mas nunca deve ser forçada. Talvez, pudéssemos, até, caracterizar como um diferencial na prestação de serviços. Contudo, o fisioterapeuta precisa está atento na precificação para que o  valor do imposto esteja embutido no valor cobrado ao cliente.

Você pode acessa em nossa bibliografia para gestores as alíquotas de imposto de renda  e realizar dessa forma uma programação tributária. Por exemplo:

Você poderá emitir até R$ 1.787,77 por mês sem pagar imposto de renda, se você emitir R$ 3000,00 mensais, você teria 15% de imposto de renda a recolher R$ 450,00,  mas poderia deduzir até R$ 335,03 . Ou seja, você pagaria somente R$ 114,97.

 

Veja também: http://economia.uol.com.br/ultnot/multi/2010/03/18/0402983366CCB95326.jhtm?contador-fala-sobre-a-parcela-a-deduzir-do-imposto-de-renda-0402983366CCB95326

 

Luis Henrique Cintra

 

 

 

Série Contabilidade – O que são custos variáveis na pessoa jurídica?

custos variaveis2

Podemos definir como custos variáveis aqueles que variam com o faturamento de um serviço de Fisioterapia, seja essa efetuado através de uma empresa ou então de uma pessoa física. Esses valores podem estar relacionados a a emissão, ou não, de recibos ou notas fiscais.
Quando uma empresa emite uma nota fiscal referente ao pagamento de seus serviços por uma OPS, por exemplo, ela  gerará impostos sobre esse pagamento. Em algumas operadoras temos parte desse desconto ainda na fonte, ou seja, no ato do pagamento. A grande maioria das empresas de Fisioterapia trabalham no REGIME TRIBUTÁRIO DE LUCRO PRESUMIDO, sendo tributadas da seguinte forma:
 
TRIBUTOS FEDERAIS
IRPJ:  4,8%
CSLL: 2,88%
PIS: 0,65%
COFINS: 3,00%
 
TRIBUTO MUNICIPAL(pode variar de acordo com a cidade)
ISS: 3,00%
 
Ao somarmos teremos então 14,33% de tributação sobre nossos serviços. Atualmente, nós Fisioterapeutas, temos uma proposta que já passou Câmara dos Deputados para a inclusão das empresas de Fisioterapia no SIMPLES. Caso tal lei seja sancionada ainda em 2014, as empresas poderão migrar para esse regime no começo de 2014 e serão tributadas de acordo com o seu faturamento. Até R$ 120.000,00(cento e vinte mil reais) esse será de 6%.
Caso a empresa tenha algum tipo de “produtividade” paga aos seus funcionários, essa também constitui um custo variável.
Supondo que a produtividade do profissional que o realizou seja de 30% o cálculo ficará:
 
FATURAMENTO FISCAL  MENSAL: R$ 12000,009LUCRO PRESUMIDO)
 
– Impostos pelo LUCRO PRESUMIDO: R$ 1719,6
– Produtividade: R$ 3084,12
O que sobra chamamos MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO já abordada em nossos posts.
 
Abraço a todos
 
Luis Henrique Cintra

 

 

Serie Contabilidade – A folha de pagamento

folhadepagamento

A folha de pagamento faz parte dos CUSTOS FIXOS de uma empresa de Fisioterapia como já discutido noutro post de nosso blog. Talvez, essa, seja um dos maiores custos de nossas empresas, pois,  nossa mão de obra é altamente especializada e  os valores pagos geram encargos que iremos discutir em detalhes.

Imaginemos que empreguemos um Fisioterapeuta um salário de R$ 1800,00, vejamos os custos:

 

SALÁRIO R$ 1.800,00
GPS R$ 482,4
FGTS R$ 144,00
V.TRANS R$ 82,72
13 SALÁRIO R$ 150,00
GPS R$ 40,20
FGTS R$ 12,00
FÉRIAS R$ 200,00
GPS R$ 53,60
FGTS R$ 16,00
TOTAL R$ 2.980,92

 

Esse seria o custo mensal de 1 Fisioterapeuta com salário de R$ 1800,00. Não podemos esquecer, que para nosso colega exercer seu trabalho, esse precisará de pessoal de apoio. Ao somar o salário de todos teremos então um custo aproximado de nossa folha de pagamento. Seguem alguns tributos que hoje nos massacram:

FGTS: 8% que incide sobre salário, férias e 13 salário.

GPS:  25,8% que incide sobre salário, férias e 13 salário.

A vinda do SIMPLES poderá desonerar nossa FOLHA DE PAGAMENTO em mais de 20% facilitando, dentre outras coisas, uma maior contratação ou regularização de profissionais. Não esqueçamos que no ANEXO III, onde fomos enquadrados, a CPP(Contribuição Patronal Previdenciária) reduz de 25,8% para 4%, contudo, não há interferência no cálculo do FGTS ou do vale transporte.

 

Luis Henrique Cintra

 

 

 

 

SIMPLES – Mais uma conquista de nossa classe.

simples fisioterapia

Quem tem um negócio em Fisioterapia sabe das inúmeras dificuldades para mantê-lo  funcionando, sejam essas operacionaIs, sejam essas financeiras. Ontem, 04/06/2014, tivemos uma vitória histórica para nossa categoria, além de conseguir entrar no SIMPLES, estamos, também, no ANEXO III.  Isso significa os seguintes tributos: IRPJ, CSLL, PIS/Pasep, Cofins, IPI, ICMS, ISS e a Contribuição para a Seguridade Social destinada à Previdência Social a cargo da pessoa jurídica (CPP), antes pagos de maneira separada, agora irão ser unificados como descrevem a tabelas abaixo:

VEJA COMO ESTAMOS ATUALMENTE

IRPJ:  4,8%

CSLL: 2,88%

PIS: 0,65%

COFINS: 3,00%

ISS: 3,00%

CPP: 26,8/% sobre a folha de pagamento

 

VEJA COMO FICAREMOS

RECEITA BRUTA                                                   ALÍQ        IRPJ         CSLL     COFFINS      PIS           CPP           ISS
Até 120.000,00 6,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 4,00% 2,00%
De 120.000,01 a 240.000,00 8,21% 0,00% 0,00% 1,42% 0,00% 4,00% 2,79%
De 240.000,01 a 360.000,00 10,26% 0,48% 0,43% 1,43% 0,35% 4,07% 3,50%
De 360.000,01 a 480.000,00 11,31% 0,53% 0,53% 1,56% 0,38% 4,47% 3,84%
De 480.000,01 a 600.000,00 11,40% 0,53% 0,52% 1,58% 0,38% 4,52% 3,87%
De 600.000,01 a 720.000,00 12,42% 0,57% 0,57% 1,73% 0,40% 4,92% 4,23%
De 720.000,01 a 840.000,00 12,54% 0,59% 0,56% 1,74% 0,42% 4,97% 4,26%
De 840.000,01 a 960.000,00 12,68% 0,59% 0,57% 1,76% 0,42% 5,03% 4,31%
De 960.000,01 a 1.080.000,00 13,55% 0,63% 0,61% 1,88% 0,45% 5,37% 4,61%
De 1.080.000,01 a 1.200.000,00 13,68% 0,63% 0,64% 1,89% 0,45% 5,42% 4,65%
De 1.200.000,01 a 1.320.000,00 14,93% 0,69% 0,69% 2,07% 0,50% 5,98% 5,00%
De 1.320.000,01 a 1.440.000,00 15,06% 0,69% 0,69% 2,09% 0,50% 6,09% 5,00%
De 1.440.000,01 a 1.560.000,00 15,20% 0,71% 0,70% 2,10% 0,50% 6,19% 5,00%
De 1.560.000,01 a 1.680.000,00 15,35% 0,71% 0,70% 2,13% 0,51% 6,30% 5,00%
De 1.680.000,01 a 1.800.000,00 15,48% 0,72% 0,70% 2,15% 0,51% 6,40% 5,00%
De 1.800.000,01 a 1.920.000,00 16,85% 0,78% 0,76% 2,34% 0,56% 7,41% 5,00%
De 1.920.000,01 a 2.040.000,00 16,98% 0,78% 0,78% 2,36% 0,56% 7,50% 5,00%
De 2.040.000,01 a 2.160.000,00 17,13% 0,80% 0,79% 2,37% 0,57% 7,60% 5,00%
De 2.160.000,01 a 2.280.000,00 17,27% 0,80% 0,79% 2,40% 0,57% 7,71% 5,00%
De 2.280.000,01 a 2.400.000,00

 

Essa medida ainda terá que passar pelo Senado e pelo sancionamento da presidência da república, mas, com certeza, demos um passo gigantesco para o empreendedorismo na Fisioterapia brasileira, pois teremos maior facilidade de contratar Fisioterapeutas e demais profissionais de apoio que garantam a qualidade necessária aos nossos serviços.

O Blog Fisioterapeutas Empresários parabeniza todos os colegas e agradece em especial ao Presidente do COFFITO Roberto Cepeda , Marlene  Izidro e Izabela Alvares  e todos os membros da FENAFISIO por todo empenho na conquista desse objetivo.

 

Luis Henrique Cintra