Vem aí o XX Congresso Brasileiro de Fisioterapia

Amigos, no próximo dia 16 começa o XX Congresso Brasileiro de Fisioterapia. Neste ano, será realizado em nossa cidade, no Centro de Eventos do Ceará.

Estará sendo reunido o maior número de informações a cerca das áreas de atuação do Fisioterapeuta, levando o melhor da ciência, informações sobre pesquisas, políticas públicas, políticas profissionais, tendências e tecnologia na docência, gestão, saúde funcional, práticas clínicas, recursos terapêuticos e outros assuntos que fomentem a reflexão e a curiosidade dos congressistas para a busca de outras e novas informações que agreguem suas práticas profissionais.

No dia 16, estarei palestrando sobre Tecnologia da Informação, às 14h, na Sala Jericoacoara. Estarei te esperando!

Até lá,
Luis Henrique Cintra

Empreender é o melhor foco

Por Igor Mariano
Fisioterapeuta

O melhor momento para empreender é agora! Parece complicado conseguir conciliar tamanha determinação com a almejada maturidade profissional, mas precisamos compreender o valor do plantar para colher. Ainda não há uma fórmula mágica para chegarmos ao topo do sucesso, mas há caminhos que precisamos tomar para que isso venha acontecer.  Assim, surgem os inúmeros questionamentos: “O que fazer?”, “Como fazer?”, “Pedir ajuda ou não?”, “Falar com alguém?”, “Quem?”.

Vivemos constantemente em quebras de paradigmas, onde o ponto de partida deixou de ser onde iremos começar e sim onde queremos chegar. De uma forma não tão calma, estamos reconhecendo que para começar certo é preciso desprender-se das antigas idealizações e iniciarmos com a criação de um novo jeito de pensar e agir. Utilizando o empreendedorismo como ferramenta primordial, nos apropriamos de raciocínios rápidos, criamos ações e transformamos a realidade em uma espécie de projeto, onde moldamos os riscos e deixamos fluir os objetivos.

O essencial de tudo é ter sensibilidade para observar tamanhas necessidades. Mas para saber destas necessidades é preciso delimitar seu público-alvo, conhecer o produto em oferta, reconhecer seus limites e definir ideais. Para tanto, há aspectos fundamentais que precisam ser analisados, como o autoconhecimento, autocrítica, autoconfiança, desprendimento, coragem e a ousadia.

Sendo que, a ousadia deixou de ser utilizada apenas pelos pensadores, atualmente, empregada pelos idealizadores. Tomando forma, a ousadia, vive sua melhor fase, onde utilizá-la faz parte da vida de muitos empreendedores. Vale lembrar que, não adianta ter um magnifico projeto de ações, recursos e espaço. É preciso ousar, arriscar e agir!

O mercado atual clama por pessoas criativas, idealizadoras, ousadas e acima de tudo, empreendedoras.

Prestador, conheça seus direitos

Um dos maiores problemas enfrentados pelos prestadores de serviços de Fisioterapia a falta de conhecimento nas áreas jurídicas. Nós, normalmente, não conhecemos nossos direitos.

Outro problema é a falta ou dificuldade de comunicação entre vários colegas que possuem os mesmo objetivos mas por medo ou desorganização ou até ignorância não se comunicam entre si.

A ANS (Agencia Nacional de Saúde) estabelece, dentre outras, a Instrução Normativa 49 para ser posta nos contratos. Essa descreve que os procedimentos acertados na assinatura dos contratos de prestação de serviço devem ter ser reajustados periodicamente e sob um índice publicamente conhecido.

Para maiores informações, acesse: http://www.ans.gov.br/a-ans/sala-de-noticias-ans/operadoras-e-servicos-de-saude/2062-regras-de-reajuste-ja-devem-constar-nos-contratos-entre-medicos-e-operadoras

Um abraço,
Luis Henrique Cintra